Aprendendo na educação infantil com ahistória infantil da Chapeuzinho Amarelo 

Estrutura Curricular

MODALIDADE / NÍVEL DE ENSINOCOMPONENTE CURRICULARTEMA
Educação InfantilMatemáticaNúmeros e sistemas de numeração (contagem; notação e escrita numéricas e operações)
Educação InfantilMovimentoCoordenação
Educação InfantilLinguagem oral e escritaFalar e escutar
Educação InfantilArte VisualO fazer artístico
Educação InfantilLinguagem oral e escritaPráticas de leitura

Dados da Aula

O que o aluno poderá aprender nesta aula com a história de chapeuzinho amarelo

  • Apreciar  o momento de leitura;
  • Recontar a história por meio de desenho e dobradura;
  • Valorizar a leitura como fonte de prazer e entretenimento;
  • Manusear materiais impressos;
  • Desenvolver coordenação motora e lateralidade;
  • Trabalhar números em ordem crescente e decrescente;
  • Desenvolver a concentração e a percepção;
  • Reconhecer números de 1 a 10.

Duração das atividades

2 aulas de 2 horas cada

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

  • Conhecimento básico do alfabeto.

Estratégias e recursos da aula

Recursos:

  • História do Chapeuzinho Amarelo;
  • Giz;
  • Chapéu amarelo;
  • Fantoche de lobo;
  • Papel sulfite branco e amarelo;
  • Pedrinhas ou saquinhos de areia;
  • Tesoura e cola;
  • livros infantis.

Um dos objetivos dos Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa para o Primeiro Ciclo é a valorização da leitura como fonte de informação, via de acesso aos mundos e não uma literatura que não se misture com o real, nem mesmo tão pura fantasia. Por tanto, a literatura, na sua maneira particular, deve ser criada a partir da realidade e inundada de imaginação, o que provoca grandes estímulos na aprendizagem, assim, possibilitando a formação de alunos mais criativos, inovadores, capazes de fazer proposições e pensar de maneira ativa.

Módulo 1 – Hora da história de chapeuzinho amarelo

ATIVIDADE 1

Professor,  previamente, providencie um chapéu amarelo e um fantoche de lobo. Caso não encontre um chapéu amarelo, pode ser usada uma folha amarela para fazer um chapéu de dobradura. O lobo pode ser um fantoche ou apenas uma imagem colada em papel cartão.

Procure um lugar aconchegante onde seja possível ouvir uma história e informe aos alunos que irão ouvir a história da Chapeuzinho Amarelo!

Muitas crianças, devido a já conhecem a história da Chapeuzinho Vermelho terão uma reação de espanto, mas reafirme que, nesta aula, ouvirão a história de uma menina que era amarelada de medo:  a Chapeuzinho Amarelo!

Caso a escola em que você trabalhe não tenha disponível o livro da história, segue, abaixo, a história e o endereço do site do autor da história – Chico Buarque.

Disponível em: http://www.chicobuarque.com.br/livros/mestre.asp?pg=chapeuzinho_01.htm. Acesso em: 19 mar. 2014.

chapeuzinho amarelo
Era Chapeuzinho Amarelo.

Amarelada de tanto medo.

Tinha medo de tudo,

aquela Chapeuzinho.

Já não ria.

Em festa, não aparecia.

Não subia escada

nem descia.

Não estava resfriada

mas tossia.

Ouvia conto de fada

e estremecia.

Não brincava mais de nada,

nem de amarelinha…

Tinha medo de trovão.

chapeuzinho amarelo
Minhoca, pra ela, era cobra.

E nunca apanhava sol

Porque tinha medo de sombra.

Não ia pra fora pra não se sujar.

Não tomava sopa pra não ensopar.

Não tomava banho pra não descolar.

Não falava nada pra não engasgar.

Não ficava em pé com medo de cair.

Então vivia parada,

deitada, mas sem dormir,

com medo de pesadelo.

Era Chapeuzinho Amarelo

chapeuzinho amarelo

E de todos os medos que tinha 

o medo mais que medonho 

era o medo do tal do LOBO. 

Um LOBO que nunca se via, 

que morava lá pra longe, 

do outro lado da montanha, 

num buraco da Alemanha, 

cheio de teia de aranha, 

numa terra tão estranha, 

que vai ver que o tal do LOBO 

nem existia.

chapeuzinho amarelo
Mesmo assim a Chapeuzinho 
Tinha cada vez mais medo 

do medo do medo do medo 

de um dia encontrar um LOBO. 

Um lobo que não existia.

chapeuzinho amarelo5

E Chapeuzinho Amarelo, 

de tanto pensar no LOBO, 

de tanto sonhar com LOBO, 

de tanto esperar o LOBO, 

um dia topou com ele 

que era assim: 

carão de LOBO, 

olhão de LOBO, 

jeitão de LOBO 

e principalmente um bocão 

tão grande que era capaz 

de comer duas avós, 

um caçador, 

rei, princesa, 

sete panelas de arroz 

e um chapéu 

de sobremesa.

chapeuzinho amarelo6

Mas o engraçado é que, 

assim que encontrou o LOBO, 

a Chapeuzinho Amarelo 

foi perdendo aquele medo, 

o medo do medo do medo 

de um dia encontrar um LOBO. 

Foi passando aquele medo 

do medo que tinha do LOBO. 

Foi ficando só com um pouco 

de medo daquele lobo. 

Depois acabou o medo 

e ela ficou só com o lobo. 

chapeuzinho amarelo7

O lobo ficou chateado 

de ver aquela menina 

olhando pra cara dele, 

só que sem o medo dele. 

Ficou mesmo envergonhado, 

triste, murcho e branco azedo, 

porque um lobo, tirado o medo, 

É um arremedo de lobo 

É feito um lobo sem pelo 

Lobo pelado.

chapeuzinho amarelo8



O lobo ficou chateado. 
chapeuzinho amarelo9

E ele gritou: sou um LOBO! 

Mas a Chapeuzinho, nada!. 

E ele gritou: sou um LOBO! 

Chapeuzinho deu risada. 

E ele berrou: Eu sou um LOBO!!! 

Chapeuzinho, já meio enjoada, 

com vontade de brincar 

de outra coisa. 

Ele então gritou bem forte 

aquele seu nome de LOBO 

umas vinte e cinco vezes, 

que era pro medo ir voltando 

e a menininha saber 

com quem não estava falando:

chapeuzinho amarelo10

LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- 

LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- 

LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO- LO-BO-

chapeuzinho amarelo11

Aí, 

Chapeuzinho encheu e disse : 

“Pára assim! Agora! Já! 

Do jeito que você tá!” 

E o lobo parado assim 

do jeito que o lobo estava 

já não era mais um LO-BO 

Era um BO_LO. 

Um bolo de lobo fofo, 

tremendo que nem pudim, 

com medo da Chapeuzim. 

Com medo de ser comido 

com vela e tudo, inteirim. 

LO-BO-LO-BO

chapeuzinho amarelo12
Chapeuzinho não comeu 

aquele bolo de lobo, 

porque sempre preferiu 

de chocolate. 

Aliás, ela agora, come de tudo, 

menos sola de sapato. 

Não tem mais medo de chuva 

nem foge de carrapato. 

Cai, levanta, se machuca, 

vai à praia, entra no mato, 

trepa em árvore rouba fruta, 

depois joga amarelinha 

com o primo da vizinha 

com a filha do jornaleiro 

com a sobrinha da madrinha 

e o neto do sapateiro.

chapeuzinho amarelo13

Livro e imagens disponíveis em: http://www.chicobuarque.com.br/livros/mestre.asp?pg=chapeuzinho_01.htm. Acesso em: 19 mar. 2014.

Professor, certamente existem vários vídeos disponíveis sobre a história da Chapeuzinho Amarelo  que você poderá assistir e se inspirar para a contação desta linda história.

VÍDEOS:

http://www.youtube.com/watch?v=Wvy560Pqz0c. Acesso em: 19 mar. 2014.

http://www.youtube.com/watch?v=7PUkO082QZA. Acesso em: 19 mar. 2014.

http://www.youtube.com/watch?v=N6063q-YecY. Acesso em: 19 mar. 2014.

ATIVIDADE 2 – Conversando sobre a história de chapeuzinho amarelo

Após a leitura da história, observe se as crianças  perceberam qual foi o trocadilho (a troca da ordem das sílabas) usado pela Chapeuzinho Amarelo para perder seus medos.

Ressalte que, primeiramente, ela encarou seu medo e, em seguida, o transformou em algo de que ela não tinha medo.

Enumere, no quadro, as palavras que indicam os medos das crianças e faça a mudança de sílabas transformando-os.

ATIVIDADE 3

Assim como a Chapeuzinho Amarelo transformou os medos em novas palavras, vamos transformar as palavras da atividade abaixo e vejam que palavras legais serão formadas.

atividade

Exercício disponível em: http://atividadesescolaresonline.blogspot.com.br/2011/05/atividades-de-alfabetizacao-formacao-de.htm. Acesso em: 19 mar. 2014.

Módulo 2 

ATIVIDADE 1

A proposta desta atividade é o registro da história.

Em uma roda de conversa, peça para que as crianças recontem a história. Após a recontagem, ensine-os a fazer uma dobradura de chapéu, como a do desenho, abaixo.

Utilize ¼ de folha A4, na cor amarela, e dobre ou corte a ponta do chapéu, para que fique mais parecido com a da ilustração do livro, como indicado na segunda imagem.

dobradura

Imagem disponível em: http://www.smartkids.com.br/passatempos/chapeu-dobradura.html. Acesso em 21 mar. 2014.

outra dobradura

Imagem de arquivo pessoal da formadora.

As crianças deverão colar a dobradura em uma folha e, a partir dela, retratar a história da Chapeuzinho Amarelo. Para esta atividade, deixe-as livres e com bastante tempo; com certeza, produzirão lindos desenhos!

ATIVIDADE 2

A segunda atividade desta aula é mais dinâmica: os alunos vão aprender como brincar de amarelinha!

Mas o que é amarelinha?

Amarelinha é uma brincadeira em que as crianças devem pular casinhas desenhadas no chão, com no mínimo dois participantes, utilizando uma pedrinha ou um saquinho de areia.

Como brincar:

Desenhe a amarelinha no chão, indo do número 1 ao 10. O padrão é o seguinte: a pedra é lançada na primeira casa e o jogador deve percorrer o trajeto do traçado, pulando (ora com um pé, ora com os dois), evitando o quadrado onde a pedra caiu. A sequência se repete enquanto a pedra avança de casa em casa e o grau de dificuldade aumenta.

Professor, como resultado, existem diferentes tipos de amarelinhas, e diferentes nomes para esta brincadeira, veja no link, abaixo, as curiosidades sobre esta brincadeira:

Disponível em: http://alfabetizacaomagica-dressa.blogspot.com.br/2010/05/como-brincar-de-amarelinha.htmlAcesso em: 21 mar. 2014.


Em síntese esta brincadeira trará benefícios, tais como o desenvolvimento do raciocínio, a coordenação motora, a atenção, o equilíbrio, a noção de espaço e tempo, conhecimento dos números e habilidade para lidar com regras e limites, além do reconhecimento dos números  em ordem crescente e decrescente.

Recursos Complementares

http://atividadesescolaresonline.blogspot.com.br/2011/05/atividades-de-alfabetizacao-formacao-de.html. Acesso em: 19 mar 2014.

http://alfabetizacaomagica-dressa.blogspot.com.br/2010/05/como-brincar-de-amarelinha.html Acesso em: 19 mar 2014.

http://revistaescola.abril.com.br/educacao-infantil/4-a-6-anos/brincadeira-amarelinha-613206.shtml Acesso em: 19 mar 2014.

http://www.educasempre.com/2012/05/chapeuzinho-amarelo-resenha-e.html Acesso em: 19 mar 2014.

http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro02.pdf Acesso em: 19 mar 2014.

Avaliação

Ao final da aula, o professor deverá observar se a criança é capaz de:

  • escutar e recontar uma história;
  • identificar as sílabas;
  • utilizar a motricidade fina para realizar um trabalho de dobradura;
  • reconhecer e nomear os números de 1 a 10;
  • identificar a ordem crescente e decrescente dos números de 1 a 10.

Autor e Coautor(es)Autor: SELMA SUELI SANTOS GUIMARAES

UBERLANDIA – MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Coautor(es): Eliana Dias; Lazuíta Goretti de Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *