Estrutura Curricular
MODALIDADE / NÍVEL DE ENSINO COMPONENTE CURRICULAR TEMA
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Práticas de leitura
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Práticas de escrita
Educação Infantil Linguagem oral e escrita Falar e escutar
Educação Infantil Arte Visual O fazer artístico
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Estabelecer um diálogo de forma coerente;

Desenvolver a criatividade e a imaginação por meio da criação de poemas;

Compreender a função social da escrita em nossa sociedade;

Ampliar o repertório literário por meio da familiarização com poemas.

Duração das atividades
Esta aula é planejada para 2 dias e cada momento terá a duração de 30 minutos aproximadamente.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Esta aula é indicada para crianças de 4 anos de idade. Para a efetivação deste plano é necessário a articulação entre dois profissionais, professor e um adulto para auxiliar nas mediações necessárias.

Estratégias e recursos da aula

1º Momento: Conhecendo a história.

Materiais Necessários: tapetes, almofadas e livro sugerido no plano.

Neste primeiro momento, o professor organizará o espaço para a história com o auxílio das crianças. Nesta ocasião os adultos devem auxiliar as crianças a se acomodarem e conversar com elas explicando-lhes que a história de hoje é diferenciada, é um livro que conta história em forma de poesia, para isso, devem ficar atentas a cada detalhe. A história sugerida para este plano é “ Poesia na Varanda” da autora Sônia Junqueira (Ver recursos complementares). Durante a narrativa, o professor deverá envolver as crianças, instigando-as sobre o que poderá surgir a seguir, criando uma atmosfera de curiosidade e de participação neste momento. Aqueles que já conhecem essa narrativa podem contribuir para esse momento, adiantando alguns episódios ou verbalizando sua opinião. Escolhemos esta história com o objetivo de sensibilizar as crianças em relação ao que compreendem sobre poesia e sua relação com as cores e a estética.

 

Disponível em: http://grupoautentica.com.br/autentica/livros/poesia-na-varanda/623

Acesso em: 10/11/2013

Depois de contar a história, o livro pode ser manuseado pelas crianças que assim o desejarem e, caso manifestem o desejo de ouvi-la novamente, bem como, conversar sobre o que compreenderam da história, terão esta possibilidade. Finalizando esse momento, o professor combinará com as crianças que no dia seguinte deverão trazer de casa um objeto que considerem especial, não necessariamente um brinquedo, mas objetos, enfeites, adereços, fotografias que são importantes para sua família.

2º Momento: Apresentação dos objetos.

Materiais Necessários: tapetes, almofadas e objetos trazidos de casa.

No dia seguinte, em roda, o professor relembrará a história que ouviram no dia anterior, questionando as crianças sobre o que mais gostaram e sobre o que é poesia para a menina, personagem principal da história. Depois de ouvir as crianças, o professor enfatizará que as coisas que a menina mais gosta, aquilo que ela considera mais especial, ela considera poesia. Concluindo sua fala, o professor solicitará que cada criança mostre aos colegas o objeto que trouxe de casa (solicitado previamente às famílias das crianças do grupo). Na apresentação as crianças deverão falar sobre o objeto e por que o consideram especial.

Durante a apresentação, o professor irá atuar como escriba do grupo, anotando as falas das crianças a respeito das informações sobre os objetos que estão apresentando.O professor deve ser fiel à fala das crianças, na hora de anotá-la, e explicar que está registrando para não esquecer e para que outras pessoas possam compreender a importância que este objeto tem para esta família.

Com o término das apresentações, o professor deverá iniciar uma brincadeira com o grupo, escolhendo um objeto e atribuindo-lhe, em forma de poesia, as características, revelando o motivo de o considerar especial. Essa brincadeira deverá envolver as crianças, que testarão algumas palavras e as possibilidades de rimar ou não. Cada criança poderá fazer a poesia de seu objeto, os adultos exercem o papel de mediadores, auxiliando as crianças nas dificuldades que encontrarem e principalmente, no desenvolvimento da capacidade de brincar com as palavras.

 

3º Momento: Poesia em forma de desenho

Materiais Necessários: Cartolina branca, giz pastel e o objeto escolhido pelas crianças.

Depois de brincar de fazer poesia, o professor organizará as crianças em pequenos grupos e solicitará que cada uma escolha um objeto sobre o qual brincará de fazer poesia. Em seguida, as crianças serão convidadas a fazer um desenho, representando a poesia que criaram. O professor deverá auxiliar as crianças a organizar o espaço e os materiais para o desenho, a mediação é importante, para que o grupo consiga representar o que propõe.

Concluindo os desenhos, os grupos deverão compartilhar com os colegas o que representaram e porquê. Em seguida, o professor solicitará ao grupo que escolha um espaço na sala de referência para expor os desenhos e registros dos textos criados pelas crianças do grupo.

Recursos Complementares
Avaliação

Para avaliar esse plano, o professor deve observar de que forma as crianças apresentaram seus conhecimentos prévios; de que maneira a história escolhida e as conversas em grupo ampliaram o conhecimento das crianças sobre a poesia e como elas interagiram no momento de criação e brincadeira com as palavras; É importante que o professor possa registrar as falas e ações das crianças, pois esse instrumento é fundamental para avaliar e estruturar as próximas intervenções com o grupo.

 

Autor e Coautor(es)
 RUBIA VANESSA VICENTE DEMETRIO
FLORIANOPOLIS – SC Universidade Federal de Santa Catarina
Dalânea Cristina Flôr

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *