Estrutura Curricular
MODALIDADE / NÍVEL DE ENSINO COMPONENTE CURRICULAR TEMA
Educação Infantil Matemática Números e sistemas de numeração (contagem; notação e escrita numéricas e operações)
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Os  alunos da Educação Infantil, na faixa etária de 5 a 6 anos, poderão:

  • Perceber que o relógio é um instrumento que mede o tempo;
  • Conhecer a história do relógio e o seu desenvolvimento;
  • Desenvolver a noção do tempo vivido.
Duração das atividades
Aproximadamente duas aulas
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Os professores para propor atividades com relógio, de forma sistematizada, devem ter trabalhado anteriormente com as crianças a noção da contagem, representação numérica, agrupamento de 5 em 5 e cálculo mental de pequenas quantidades.
Como sugestão seria importante que o professor, antes da realização desta aula tomasse como referência  as aulas anteriores desta série, que estão publicadas neste portal: NA EDUCAÇÃO INFANTIL O RELÓGIO NÃO É SÓ BRINCADEIRA: diagnosticando o conhecimento inicial; NA EDUCAÇÃO INFANTIL O RELÓGIO NÃO É SÓ BRINCADEIRA: como motivar as crianças; NA EDUCAÇÃO INFANTIL O RELÓGIO NÃO É SÓ BRINCADEIRA: construindo um relógio para brincar e estudar.

Estratégias e recursos da aula

 Atividade 1 – Movimentar os ponteiros do relógio construído com base nos ponteiros do relógio real.

A utilização do relógio como um instrumento de medida de tempo deve relacionar-se a qualquer atividade que necessite de uma contagem e presente um significado  e funcionalidade para as crianças, como: acompanhar a rotina, marcar a duração de um passeio ou de uma culinária, dentre outras.

1º Momento – Ensinar as crianças a fazerem leituras do relógio para desenvolver a noção de tempo relacionada ao instrumento de medida desse tempo. Em um primeiro momento, tudo não passa de uma brincadeira, as crianças colam seus relógios na parede da sala, observam o relógio real e marcam a hora, fazem brincadeiras com 5 minutos de duração. Exemplo, uma ou um grupo de crianças recebe a tarefa de montar um castelo em 5 minutos, uma ou outra(s) criança(s) controla o tempo e marcam com os ponteiros do relógio, com base na dedução do que seja esse espaço de tempo. Com o desenvolvimento desse tipo de atividade em diferentes situações cotidianas de marcação do tempo, essa brincadeira transforma-se em coisa séria.

Figura 1- Relógios de brinquedo construídos por crianças de 5 anos de idade.

2º Momento – As crianças podem marcar no relógio o início e o final de uma atividade escolhida. O professor mostra o relógio real, ajuda as crianças a fazerem a leitura da hora, solicita que descrevam a posição dos ponteiros e marquem nos seus relógios, como no exemplo destacado na figura 1 (nesse momento o relógio construído pelas crianças são objetos de manipulação, de dedução e de aprendizagem do conhecimento sobre o tempo. Com esse trabalho, as crianças começam a construir uma noção do relógio como um  instrumento de medida do tempo.

Recursos Complementares
Avaliação

Ao final desta atividade o professor deverá observar quais as estratégias utilizadas pelas crianças para realizar a leitura da hora, durante cada momento da atividade, ou seja como faziam no início e no final (como desenvolveram a atividade: com ajuda, sozinhos, independentes do professor ou colegas), analisando qual a relação que elas fizeram entre a manipulação dos ponteiros do relógio e a noção de tempo contínuo (o momento do desenvolvimento da atividade sem intercalar com outro tipo).

 

Autor e Coautor(es)
 ADELE GUIMARAES UBARANA SANTOS

NATAL – RN NUCLEO EDUCACIONAL INFANTIL – NEI

Suzana Maria Brito de Medeiros

2 Replies to “NA EDUCAÇÃO INFANTIL O RELÓGIO NÃO É SÓ BRINCADEIRA: Aprendendo a utilizar o relógio”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *